Alemanha cria primeiro mestrado em moda sustentável

A indústria da moda não foge a regra quando o assunto é sustentabilidade. O exemplo está na Esmod , Universidade Internacional de Moda de Berlim, na Alemanha, que abriu em outubro o mestrado em moda sustentável – o “Sustainability in Fashion”. Segundo a universidade, o curso é o primeiro do mundo a investir em consciência social na indústria da moda e a utilizar um posicionamento ecológico, ético, social e economicamente sustentável.

A ideia do mestrado é estimular novas abordagens e estratégias para tornar a indústria têxtil mais responsável. A proposta é que os alunos aprendam diversas possibilidades de design sustentável e como transformar simples peças de roupas em conceitos de moda ousada e progressista.

Temas como o uso de materiais biodegradáveis, técnicas sustentáveis de lavagem de jeans e até marketing estão incluídos na grade curricular do mestrado. O curso que contém dois semestres contará também com diversos palestrantes e críticos convidados, no intuito de ampliar as discussões.

A necessidade de implantação da “Sustainability in Fashion” se dá ao crescimento da ”moda verde” em Berlim, como afirma a professora do mestrado Friederike von Wedel-Parlow à agência de notícias Reuters . “Berlim está se tornando um lugar cada vez mais importante para a moda verde, com grifes internacionais chegando para ingressar no mercado europeu”, esclarece.

A atuação dos ex-alunos da Esmond em marcas eco-sustentável também refletiu positivamente, segundo a professora: “Hoje, muitas das marcas eco-sustentáveis que estão no mercado foram criadas por ex-alunos da Esmod como, por exemplo, a Royal Blush e a Icawatermelon”.

O curso que será ministrado em inglês terá duração de um ano. O custo do investimento, segundo a Esmod, é de 10.500 euros (equivalente a 25 mil reais) para os moradores da União Européia e 13.500 euros (32 mil reais) para os estrangeiros. A taxa de inscrição é igual para todos e custa 650 euros.

Fonte: http://www.ecodesenvolvimento.org.br/posts/2011/novembro/alemanha-lanca-primeiro-mestrado-em-moda

Anúncios