Sinditêxtil lança projeto Retalho Fashion

Você sabia que o Brasil gasta US$13 milhões /ano na importação de resíduos e retalhos? Eu também não e quando vi este número fiquei aflita imaginando as sobras de retalhos que seguem para os aterros sanitários diariamente, sem qualquer tipo de aproveitamento e com impactos diretos no meio ambiente.

Com o objetivo de reverter esta prática na região do Bom Retiro, em São Paulo, o Sinditêxtil lança hoje, dia 27, o projeto Retalho Fashion. A ideia é organizar o descarte e a coleta dos resíduos para serem vendidos e direcionados a indústrias recicladoras. Segundo li na Folha de S. Paulo, existe uma lei que obriga os que produzem acima de 200 litros diários de lixo a contratar uma empresa para fazer a coleta, mas como a maior parte destas confecções são pequenos negócios, o destino invariavelmente é o lixo.

Claro que esta iniciativa não deve ser desenvolvida isoladamente, pois certamente a região do Bom Retiro tem outros grandes dilemas a enfrentar, mas se funcionar penso que pode ser um bom incentivo para que estes negócios comecem a entender na prática a importância da sustentabilidade. Já estive em algumas empresas que não conseguiram me explicar claramente qual o destino dos retalhos e acredito que só uma ação coordenada com  indústria e a Prefeitura pode realmente funcionar.

 

Anúncios